O mercado de Cashback está em amplo crescimento no Brasil. Muitas empresas estão começando a entender os benefícios e os diferenciais que essa estratégia de vendas e fidelização traz para as empresas.

Contudo, como já vimos no texto “Cashback: muito mais do que um meio de pagamento”, ainda existe uma incerteza acerca dos conceitos fundamentais do Cashback e da aplicação dessa estratégia. 

Algumas perspectivas levam a crer que ter apenas uma carteira virtual é sinônimo de empregar a estratégia de Cashback. Contudo, apesar da carteira virtual ser uma parte importante e imprescindível da estratégia de Cashback, ela não se resume a isso.

Existem uma série de funcionalidades e ações que devem ser pensadas e agregadas às carteiras virtuais para que uma estratégia de Cashback efetiva seja, de fato, implementada para gerar resultados.

Além da criação da carteira virtual, é preciso estabelecer um contato com os consumidores, orientando-os a utilizar  os benefícios e comunicando prazos de expiração do Cashback, por exemplo.

O sistema deve ser transparente e integrado, garantindo confiabilidade à operação e minimizando os riscos de fraudes. É importante atentar-se para o fato de que, para construir uma estratégia de Cashback é preciso automatizar todo o processo, o que não é simples e ter  experiência no mercado pode evitar retrabalhos e riscos desnecessários.

Portanto, a carteira virtual é apenas uma parte da estratégia de Cashback, sendo o local em que se armazena o valores de Cashback dos clientes.

A verdade é que não é possível ter uma estratégia de Cashback sem uma carteira virtual, mas ter uma carteira virtual não significa ter uma estratégia de Cashback.Por isso, conte com a expertise do Lemoney OpenCashback e construa conosco uma estratégia de Cashback realmente eficaz e completa, indo além da carteira virtual.