As estratégias de Cashback surgiram há pouco tempo no mercado brasileiro, mas já estão sendo utilizadas por vários anos em outros países. Como novidade no Brasil, segue em evolução e crescimento constantes. Para o consumidor, Cashback ganha espaço e desperta cada vez mais interesse em seus benefícios. Já o cupom é uma estratégia de vendas utilizada há mais tempo, mas será que você consegue diferenciar os benefícios que o Cashback e o cupom podem trazer para o seu negócio?

O ponto principal a se destacar é que Cupom não é Cashback.  No Brasil, é possível perceber comunicações de vendas sendo utilizadas no mercado que acabam gerando dúvidas para o consumidor. Comunicar a oferta de Cashback ao consumidor e no final oferecer Cupom pode frustrar o cliente e transformar ações extremamente positivas em ações sem efeitos ou até mesmo prejudiciais para a marca.

O cupom é um vale para ser apresentado na loja física ou um código a ser inserido em uma compra on-line, que proporciona ao consumidor um desconto no preço original de determinado produto. Normalmente, é oferecido para consumidores que estejam na base de dados das empresas ou através de campanhas de divulgação.

Para o cliente, um cupom apresenta a vantagem de pagar menos por um produto, mas e para o negócio?

A finalidade do cupom para uma empresa é a de incentivar as compras, como promoções, descontos e outras estratégias de marketing e vendas. É a criação de um gatilho mental que estimula o consumidor, através das condições estabelecidas, a realizar uma compra naquele momento. Para o consumidor, existe um senso de urgência e se trata de uma oportunidade que precisa ser aproveitada. É um método de venda eficiente, sendo uma de suas principais funções otimizar a taxa de conversão.  

Apesar de estratégias diferentes, o Cashback também atua despertando os mesmos gatilhos que incentivam e melhoram a taxa de conversão do consumidor. Estudos comprovam o aumento da taxa de conversão em 3,4 vezes e também um apelo muito maior do Cashback diante de outros tipos de estratégias de mercado, inclusive sobre o cupom.

Então quais são as principais diferenças entre as estratégias de Cashback e Cupom para as empresas?

O cupom incentiva a compra, mas faz com que o produto tenha seu preço descontado, ou seja, o investimento da empresa referente ao desconto que será aplicado para gerar a venda ocorre no exato momento da finalização da compra. Já o cashback, não, pois o cliente realiza a compra pagando pelo produto com preço cheio, gerando um crédito para ser utilizado no futuro, o que torna o investimento pela empresa postergado e dependendo do modelo utilizado, somente irá ocorrer quando uma nova compra acontecer.

Outro ponto a se destacar é que ao final de uma compra com cupom, encerra-se um ciclo com o qual o consumidor fica satisfeito por efetuar a compra de um produto com preço menor. Com o Cashback, ocorre o contrário, ao final de uma compra, inicia-se um novo ciclo, principalmente no modelo em que o benefício será utilizado em uma nova compra dentro da empresa. Isso faz com que o saldo do Cashback passe a ser um diferencial importante em uma nova compra perante a concorrência, afinal ter dinheiro disponível para gastar irá influenciar na decisão de escolha do cliente.

A vantagem principal do Cashback  é que somente ele consegue atuar simultaneamente em duas importantes e principais frentes, a primeira é incentivar as vendas como qualquer outro tipo de estratégia como cupons, descontos, voucher, gift cards, etc… a segunda é gerar recorrência e consequentemente a fidelidade do consumidor.

Portanto, Cashback e cupons são estratégias diferentes, extremamente válidas e muito utilizadas pelo mercado. E se administradas de forma equilibrada, podem e devem  ser utilizadas combinadas e gerar resultados incríveis para as empresas.